Ao Vivo
 
 
Siga ao vivo

Jesus é o Filho de Deus (Mt 17, 1- 9)

Amado e revelado pelo Pai, Jesus quer que ouçamos seu chamado e sigamos seus passos.

Lembremos que somos parte da criação divina: “as mãos de Deus se comprometeram com nossa existência. Deus nos fez não só com sua Palavra; nos fez com seu coração, com seu amor, com seu entusiasmo” (papa Francisco).

Jesus é o Filho de Deus e nos ensina em seu amor, pelo caminho da simplicidade e não de projetos faraônicos. Ele nos apresenta uma maneira de ser que brota do coração transformado, por decisões que manifestam os caminhos concretos do amor.

Ele é o “caminho, a verdade e a vida” (Jo 14, 6). Oferece a si mesmo como ensinamento para que a vida possa acontecer no mundo. Ele amou-nos “até o fim” (Jo 13, 1), não se deixou desanimar pelas dificuldades do caminho.

Aproxima-se de Jerusalém e, sem medo, vai seguindo o projeto de amor de Deus para o bem da humanidade. Seus discípulos começam a sentir os reflexos e frustrações pelo receio da derrota aparente face ao poder romano; e Jesus apresenta a Pedro João e Tiago o modo próprio da ação de Deus, que não se descuida de seus filhos e filhas e os ensina pelo exemplo na ação concreta no mundo em prol dos mais pequenos.

Assim, Deus mostra à humanidade seu verdadeiro tesouro e concede-nos capacidades para podemos assumir com segurança nosso papel na Igreja de Jesus Cristo. Como nos lembra o papa Francisco (Sensus fidei),  Deus dota a totalidade dos fiéis com um instinto da fé, que os ajuda a discernir o que vem realmente de Deus. Nosso batismo confere aos cristãos o sacerdócio comum, fundado no único sacerdócio de Cristo, cujo sentido é o bem comum.

 Enfim, “fomos batizados num só Espírito, para formarmos um só corpo” (1Cor 12, 13) e “vivermos uma só fé” (Ef 4,5). Nessa igual e comum dignidade se funda a “diversidade de membros e funções” na Igreja. (LG n.7) para que o mundo possa se transfigurar, reverter o processo de exploração predativa dos recursos para uma utilização sustentável da natureza em benefício de toda a criação.