Cerca de 21 participantes vindos da América Latina e Caribe estão reunidos em Quito, no Equador, para a Primeira Jornada de Presidentes das Associadas de Signis ALC. O evento começou nessa quinta-feira, dia 30, e segue até este sábado, dia 1º de abril.

 

No primeiro dia de trabalhos, os participantes do encontro apresentaram suas respectivas sedes e foram divididos em grupos de trabalhos por região de atuação, culminando em palestras com Adalid Contreras, sociólogo e comunicólogo boliviano.

 

No decorrer da tarde,  os temas abordados foram: “O mundo está em transformação”. Falando especialmente sobre as principais características da ordem mundial e relacionando seus elementos às apresentações dos grupos de trabalho. A seguir foi articulado um momento de diálogo e intercâmbio a fim de enriquecer o trabalho dos grupos e expandir o olhar sobre a realidade na qual se vive atualmente.

 

Também estiveram em pauta as discussões para encontrar os desafios a partir da leitura da realidade, bem como os compromissos projetados pelos representantes das Signis.

 

Ao final dessa quinta-feira, os participantes ainda falaram da “América Latina e Caribe em seu labirinto”. Debatendo as principais dinâmicas vividas no continente, tendo em conta a Ordem Mundial. Todos os presentes expuseram casos específicos de suas nações, além de sinalizar os desafios para Signis ALC, no marco do cuidado da casa comum.

 

Comunicação e o ambiente eclesial - Já nesta sexta-feira, dia 31 de março, entram em discussão a “Comunicação e a Igreja” com intensos trabalhos em grupo e plenária geral, além de palestra com Padre Rolando Calle SJ, sacerdote jesuíta que já foi Delegado de Educação da Província, segundo a FLACSI (Federação Latino-americana de Colégios da Companhia de Jesus). 

 

Nesta tarde também está em tratativa “O Trabalho Comunicacional da Igreja”, com exercício de conexões entre a jornada de contexto e o trabalho de reflexão sobre as atividades comunicacionais da Igreja nestes tempos.

 

Os participantes vão também à Casa de Cultura Equatoriana para ver a palestra e as reflexões de Mauricio Lopez, Secretário Executivo da REPAM e da Cáritas Equador. 

 

Por fim, o último tema deste segundo dia foi “O chamado da encíclica Laudato Sí e os desafios da comunicação”, com o lançamento da série “A vida pela Amazônia”. Um documentário da vida do Monsenhor Alejandro Labaka.   

 



Da Redação